Dicas rápidas

Dicas rapidinhas

 

Resultado de imagem para crianças pulando em círculos

 

Fonte://rccrj.org.br/blogs/criancas/?p=552

 

Dicas rapidinhas de hoje vai pra duas categorias de mãe diferentes: mãe de bebezinho e mãe de crianças pequenas.

Começando com as recém-paridas porque são prioridade rsrs

Mãe de bebezinho, tire fotos de cada dia de vida. Quando é muito pequenininho cada dia tem uma mudança. Vocês vão gostar de ver depois. E, se tiver tempo (não me xingue, é só uma piada), arrume no computador em pastas por dias. Tipo:, 1º mês – 1º dia, 2º dia… Aqui fiz até o segundo mês. Depois….impossível! Mas não fazia mais tanto sentido depois do segundo mês.

Faça um livrinho do desenvolvimento do bebê. Anote tudo de marcante, de interessante, tudo o que valha a pena recordar. Mais uma vez, se tiver aquele tempo, anote por dia. Vai ser bom quando você quiser lembrar que dia ele deu o primeiro sorriso, que dia acompanhou alguém com os olhos, que dia sentou, engatinhou etc. Sei que tem diários do bebê com todos esses eventos destacados pra a gente registrar. Eu tenho um maravilhoso que ganhamos de presente e anoto tudo o que posso lá. Mas o dia a dia de uma criança é muito mais rico e a observação de uma mãe também, diga-se de passagem. Daí que tem muitas coisinhas que parecem não ser relevantes mas para as mães é oitava maravilha. Então…vá lá no livrinho e anote! Vai se agradecer no futuro. Aliás, recentemente, o meu foi muito útil. Lendo sobre uns parâmetros do desenvolvimento infantil quanto à coordenação motora, tive dúvidas sobre em que fase exatamente Dan fez esta ou aquela coisa. Essa informação serviria para fazer uma pré análise desse desenvolvimento e detectar possíveis atrasos. Como eu tinha muitas coisinhas miudíssimas registradas lá, encontrei várias das coisas elencadas na avaliação. Esse livro de que estou falando é Coordenação Motora, de Tara Losquadro e Laura Liddle. Mais adiante vou dedicar alguns posts a ele pois é muito útil e interessante.

Depois coloco aqui uma foto do meu livrinho pra vocês verem. Agora ele já tem umas participações especiais do protagonista…! kkkkk

Ok, a dica para as mães de crianças pequenas. Coincidência das coincidências, ontem o colega Flávio conversava comigo e disse que eu deveria postar algumas brincadeiras de criança daquelas antigas, do nosso tempo de criança (não são tão antigas…). E hoje de manhã dei de cara com uma publicação num site que acompanho, do Prof. Carlos Nadalim, advinha com que tema? Brincadeiras antigas! Pois vamos lá, vou começar pelas que me lembro e depois acrescento as do site do professor.

  1. Amarelinha ou céu e inferno – É aquela dos quadrados numerados riscados no chão que a gente joga pulando de um pé só e usando uma casca de banana (aqui era assim). Tá la no desenho do início desse post.
  2. Salada de frutas ou ABC – Todo mundo com caneta e papel (isso! nada de tablet, smartphone ou o que for). Escolhe as categorias pra jogar: nomes de carro, cor, time de futebol, fruta, cidades, enfim, o que a imaginação mandar. Geralmente se joga com 10 categorias pra não ficar muito longo e cansativo. Escolhe uma letra do alfabeto pra jogar (ah, outro parêntese. Como escolhe? “zerinho ooooou um!” Lembra? Todos em juntos meio em círculo, mãos pra trás pra ninguém ver sua escolha e joga as mãos pra frente de vez, botando os dedos, como se fosse bater o par ou ímpar. Aí conta os dedos que cada um colocou nas mãos na ordem alfabética. Por exemplo: os dedos de todos os jogadores juntos soma 15. Conta a, b, c, d…até a 15ª letra, que vai ser “o”.) Ufa, parêntese enorme! Mas é bom explicar porque não sei se todo mundo conhece com esses nomes. Aí é só começar a jogar.  Cada um anota lá em seu seu papel, caladinho, suas respostas. No jogo duro é com tempo limitado. O primeiro que conclui a tabela de perguntas grita “stop!” (tem gente que chama o jogo de Stop) Cada resposta certa vale 10 pontos. Se outro participante responder igual cada um ganha 5 pontos. E assim vai até terminar a rodada e contar o total de pontos. É divertido e bom pra memória. Depois posto um complemento a essa matéria falando sobre os benefícios de cada brincadeira e de que forma elas auxiliam no desenvolvimento das crianças.
  3. Elástico – Quem lembra? Ono um, ono dois, ono três, zigzag zigzag. Duas crianças com o elástico preso no corpo, fazendo duas linhas paralelas. Começa na altura dos tornozelos. Outra criança pulando sobre os elásticos, executando tipo uma coreografia pré-definida. Todos cantam a musiquinha até a jogadora errar um movimento e passar a vez. Alguns meninas feras pulavam de dupla, trio… Era massa!

Olha que show, gente! Deu saudade…

brincadeiras-de-rua-pular-elastico

Fonte: https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwjy64-QyObUAhVECpAKHXdCCpoQjRwIBw&url=http%3A%2F%2Fanamaria.uol.com.br%2Fnoticias%2Facervo%2Fbrincadeiras-de-rua-pular-elastico.phtml&psig=AFQjCNHoEJbMCO2qR1jwb5CPvDBtOtqPpg&ust=1498950903872353

É isso.

Deu saudade também? Ensina a seus guris essas brincadeiras e vai se divertir com ele um pouquinho. Os pratos vão te esperar na pia 😉

Anúncios

Deixe um comentário! Sua opinião é importante para manter o blog interessante!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s