Conta a sua história, Geral, Papos Diversos

Ninguém me disse que nem tudo seriam flores

Pois é! Aposto que aconteceu isso com você também. Assistindo a comerciais de fraldas, brinquedos educativos e essas coisas, a gente, às vezes, se deixa levar e esquece dos efeitos especiais por trás das câmeras. O chamariz da mídia é a perfeição! Aquela mãe com semblante sereno, cabelos em perfeito estado, sem olheiras e até sem a barriguinha inchada do pós-parto. Ah! Um sonho! Mas isso não é tudo. E o bebê?! Tranquilo,  dormindo ou acordado. Um anjo!

Não é verdade que esses momentos não existam, na verdade, há muitos deles (graças a Deus!). Mas a história não termina aí. O comercial acaba e a programação retorna, mas aquela imagem bem que ficou na sua mente Aquele ideal. E não é que de vez em quando aparecem umas na vida real com aquela mesma classe! Louvado seja Deus na vida de vocês, mamães, que passaram por essa fase assim, tão de boa, sem nenhuma turbulência no percurso. Mas verdade verdadeira é que a maioria das pobres mortais não têm essa mesma sorte. Igual cólica menstrual. Outro dia li uma matéria falando que um percentual bem pequeno (não lembro quanto) de mulheres não sofria com a bendita cólica. Assim é com a maternidade, sem dúvida.  A maioria de nós se depara com dias em que desconhecemos nossos pequenos, nossos bebezinhos dóceis. Onde foi parar aquela criança fofa que faz nossos olhos marejarem de emoção? Que horas foi que esse monstrinho birrento e malcriado engoliu meu filho e assumiu seu lugar? E, nessa altura, a gente já se pergunta na sequência, onde está aquela mãe encantada com sua cria que costumávamos ser…?

Sim, não é nada fácil. E eu queria ter certeza absoluta que isso vai passar, como eu sempre digo a um amiga mãe. Vai passar como as outras fases passaram. Só espero que não demore muito porque eu detesto gritar e me preocupo com desde a imagem de mim que meu filho está formando até com o possível desencadeamento de problemas emocionais futuros. Mas eu creio que vai sim passar como cada uma das fases que já passou. E nós vamos encontrar alegria e sentido nesta também. Sigamos em busca de respostas e soluções, ou, apenas respostas mesmo.

Mas este foi apenas mais um desabafo de mãe no fim de um dia muuuuuito difícil.

 

 

Anúncios

Um comentário em “Ninguém me disse que nem tudo seriam flores”

Deixe um comentário! Sua opinião é importante para manter o blog interessante!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s